A configuração da válvula  diafragma sanitária consiste em três componentes: o corpo, o diafragma e o conjunto atuador. Devido as suas características únicas a válvula de diafragma prevaleceu como o padrão para aplicações sanitárias na indústria alimentícia, farmacêutica e de alta tecnologia.

 Principais Vantagens:

• Vedação estanque
O diafragma feito de material aprovado para aplicações sanitárias se assenta em uma sede metálica polida que garante vedação completa até a pressão máxima de operação.

• Ideal para CIP e SIP
Operações de Clean-in-place e Steam-in-place são conduzidas sem a necessidade de desmonte da válvula já que todos as peças das válvulas são projetadas para suportar os ciclos de esterilização sem se danificar.

• Isolamento do atuador
O diafragma isola completamente o sistema de atuação da válvula do fluido de processo,  evitando a contaminação da linha e garantindo a operação da válvula mesmo na presença de qualquer fluido, mesmo que extremamente corrosivo.

• Passagem fluidodinâmica 
O corpo é projetado de maneira a minimizar a perda de carga ao mesmo tempo em que elimina completamente a acúmulo, no interior da válvula, do fluido de processo ou de contaminantes.

• Reduzidas superfícies de contato
O design da válvula garante um mínimo contato da superfície interior da válvula com o fluido de processo, facilitando o processo de esterilização.

• Sistema de construção modular
A construção modular reduz a complexidade e os custos de manutenção.

Conceito:

  • Válvulas e manifolds sanitários construídos sob medida para o cliente. Indicados para criar soluções de drenagem, esterilização, ações simultâneas, tomada de amostra e outras aplicações de acordo com a necessidade do projeto.
  • Indicadas para o manuseio de fluidos puros na indústria de farmacêutica, de biotecnologia, genética, cosmética, alimentos e bebidas.
  • Podem ser esterilizadas por processos CIP (clean in place) e SIP (steam in place)
  • Materiais compatíveis com fluidos puros e estéreis.
  • Pode ser acionada por comando manual ou pneumático.

 

TIPO 397

Válvula Manual DN 8 – 20 mm (3/8 “- 3/4”)
Corpo e acionamento manual de aço inoxidável

CARACTERÍSTICAS

  • Acionamento manual
  • Corpo selado com indicador óptico
  • Conceito de vedação do CDSA
  • Suspensão flexível do diafragma
  • Diafragma encapsulado

 

TIPO 295

Válvula manual DN 8 – 20 mm (3/8 “- 3/4”)
Corpo de aço inoxidável e acionamento manual de plástico

CARACTERÍSTICAS

  • Acionamento manual
  • Corpo selado com indicador óptico
  • Conceito de vedação do CDSA
  • Acionamento flexível do diafragma
  • Diafragma encapsulado

 

TIPO 290

Válvula manual DN 4 – 15 mm (1/4 “- 1/2”)
Corpo de aço inoxidável e acionamento manual de plástico

CARACTERÍSTICAS

  • Acionamento manual
  • Castelo selado com indicador óptico
  • Acionamento do diafragma  ajustável
  • Conceito de vedação do CDSA
  • Acionamento flexível do diafragma

 

TIPO 905

Válvula Manual DN 15 – 50 mm (3/4 “- 2”)

Corpo de aço inoxidável e acionamento manual de plástico

CARACTERÍSTICAS

  • Acionamento manual com indicador óptico e indicador de curso
  • Limitador de abertura
  • Dispositivo de bloqueio
  • Conceito de vedação do CDSA, veja a página 30
  • Acionamento flexível do diafragma
  • Diafragma encapsulado
Categoria: , , .

Não há avaliações ainda.

Be the first to review “VÁLVULA DIAFRAGMA SANITÁRIA COM ACIONAMENTO MANUAL”